• TUDO
  • ALEGORIAS
  • FICÇÃO
  • TEXTO
Ficção XXVII – Nós percebemos?
Ficção XXVII – Nós percebemos? Enquanto observava atentamente a colocação da pedra de fecho na entrada do túmulo, sentiu um carinhoso aperto no braço. Olhou para o lado e reconheceu...
Vigésima quarta alegoria
Busco palavras de silêncio (deserto lume semente…) para dizer-me a caminho de ti Busco palavras de promessa (aurora cor frescura…) para dizer-te na expectativa de mim Busco palavras de amor...
Texto centésimo quarto
A Poesia ilumina-nos; sem ela gritamos os terrores do escuro. A Poesia tinge-nos de todas as cores; sem ela definhamos numa imbecil monocromia. A Poesia lava-nos a alma; sem ela...
Ficção XXVI – Feito de luz
Ficção XXVI – Feito de luz Reparava nele há muito tempo. Sentia não representar nada para ele, pelo menos nada de especial ou de notório, porque ele parecia olhar na...
Texto centésimo terceiro
Sempre andou sozinho. Ensimesmado, de poucas falas, desde a adolescência o apontaram como antissocial, acusavam-no de sobranceria nas relações, diziam que era seletivo nas amizades e egoísta nas conversas. Não...
Vigésima terceira alegoria
dois mil e vinte sonhos coragem dois mil e vinte desafios esperança dois mil e vinte acasos compromisso dois mil e vinte projetos amor dois mil e vinte desencantos fé...
Texto centésimo segundo
O meu Natal é um silêncio de sonho. Repouso de areal desejado pelas ondas revoltas, quietude de dunas. E uma hibernação de paz, ânsia calada à espera. Intimidade. Deus em...
terra
Texto centésimo primeiro
Texto centésimo primeiro Sou da terra. Sou do barro, brutalidade pura em que fui modelado pelo sopro que me anima. Pertenço ao chão que me tem, elevo-me no ar que...
texto sexagésimo
Texto sexagésimo quinto
Texto sexagésimo quinto Quero louvar-te, deus de todos os nomes e de todos os credos, da humanidade inteira e de todos os seres, da natureza viva e inanimada, de todo...
Texto décimo sexto
Texto décimo sexto Jogava às damas com o avô desde a infância. Sem o saber, foi crescendo naquele ritual de aprendizagem da vida. O avô era um homem repleto, trémulo...